Cadastre sua vaga

 

 

 

 

 

 

   Mais artigos

       Globalização

          Pode-se dizer que tudo começou na pré história, no decorrer dos primeiros contatos sociais, das primeiras trocas, quando os homens que habitavam este planeta começaram a tentar se comunicar com os outros e formar comunidades. Dessa forma, acabaram por influenciar hábitos, absorver novas informações, criar e mudar conceitos e estabelecer relações de poder. Desde a antiguidade o homem vem se adequando a um processo irreversível chamado na atualidade de GLOBALIZAÇÃO. Principalmente, o intuito desse processo é derrubar as fronteiras que limitam países, pessoas e sociedades, reduzindo o tempo burocrático, trabalhando de forma participativa, com parcerias, sem importar a distância geográfica de cada um, mas sim a sua contribuição para o novo modo de fazer as coisas. Por esse processo, estão sendo transformados, positiva ou negativamente, todos os métodos de comunicação, trabalho e comércio.

          Diante do citado acima podemos verificar que um grande fato mudou e tem mudado as atitudes das pessoas. Embora haja resistência por parte de alguns, não podemos negar que a globalização tem mudado o rumo das coisas. Neste contexto podemos verificar que, a partir da quebra do protecionismo, no inicio da década de 80, começa o avanço tecnológico a tomar conta das organizações, principalmente quando foi atrelado a tecnologia da informação à telecomunicação. Por exemplo, em 1865 o mundo levou 13 dias para saber do assassinato do Presidente Americano Abraham Lincoln; já, em 1997 o mundo inteiro ficou sabendo do grande colapso financeiro vivido pelo México em apenas 13 segundos, segundo Clovis Rossi, do Conselho Editorial da Folha de São Paulo. Pode-se dizer que tudo isso foi possível devido ao surgimento da internet e sofisticados meios de comunicação, que intensificaram os relacionamentos internacionais, aproximando os interesses que norteiam a sociedade, nos aspectos políticos, econômicos, tecnológicos e sociais, com o rompimento das barreiras comerciais.

          Isto comprova a grande contribuição do avanço tecnológico no efetivo intercâmbio mundial. No mundo globalizado é possível homogenizar o conhecimento entre os países, conhecer a cultura organizacional de uma empresa que está espalhada em todos os continentes em tempo real. Com isso, as tomadas de decisões deverão ser implementadas quase que imediatamente, onde os gestores deverão ser verdadeiros educadores e possuírem equipes auto-gerenciáveis e que possuam alto grau de autonomia nas tomadas de decisões.

          Atualmente, é inevitável a participação globalizada de qualquer país como forma de se inserir nas profundas mudanças que vem ocorrendo na produção e consumo de bens e serviços no mercado mundial.

          Este processo pode ser visto sob dois aspectos: como um grande propulsor da economia mundial, e como um fator de agravamento das diferenças entre os países ricos e pobres, principalmente em função da criação de blocos econômicos e o fim das barreiras alfandegárias.

 

João Gonçalves Pereira - Consultor.
Materia publicada em: www.diariopopular.com.br em 24/08/2004 na seção Artigo.

Entre em contato conosco!